Pange, língua (Atribuído ao autor)


Local da Fonte
Fundação Centro de Referência Musicológica José Maria Neves - FCEREM
Formação
Coro
Descrição
Quinta Feira (Tarde) - procissão interna - tradução literária, livre e rimada
Texto (Incipit Literário) Original
1º Coro - Pange, língua, gloriósi, Córporis mystérium, 2º Coro - Sanguinísque pretiósi, quem in mundi prétium, 1º Coro - Fructus ventris generósi. Rex effúdit géntium. 2º Coro - Nobis datus, nobis natus ex intacta Vírgine, 1º Coro - Et in mundo conversátus, spárso verbi sémine, 2º Coro - Sui moras incolátus, miro clausit órdine. 1º Coro - In suprémæ nocte cœnæ, recúmbens cum frátribus. 2º Coro - Observáta lege plene, cibis in legálibus.
Texto (Incipit Literário) Tradução
1º Coro - Canta, Igreja, o Rei do mundo, que se esconde sob os véus; 2º Coro - Canta o sangue tão fecundo, derramado pelos seus, 1º Coro - E o mistério tão profundo de uma virgem Mãe de Deus! 2º Coro - Um menino nos foi dado, veio aos servos o Senhor. 1º Coro - Foi na verdade semeado, o verbo salvador. 2º Coro - Ao partir, nos foi deixado, pão da vida, pão do amor. 1º Coro - Celebrando a despedida, com os doze ceou. 2º Coro - Toda a páscoa foi cumprida, novo rito inaugurou.
Fonte utilizada
Cópia de José Maria Neves, que se encontra na Fundação Centro de Referência Musicológica José Maria Neves - FCEREM


Partitura Descrição Opções
Pange, língua Procissão interna na Quinta feira Santa (a tarde) - tradução literária, livre e rimada

PORTUGUÊS ENGLISH ESPAÑOL