Glossário

ANTÍFONA: texto poético curto, às vezes citação bíblica, referindo-se à celebração litúrgica, cantada durante a liturgia da missa (como introito, Gradual, Ofertório ou Communio), antes e depois dos Salmos do Ofício Divino ou nas solenidades paralitúrgicas de preparação das festas do Santoral (Novenas, Qüinqüenas, Setenários e Trezenas).

COMMUNIO: Antífona cantada durante a distribuição da comunhão, na liturgia da Missa, sendo a última parte do Próprio da Missa.

ENCOMENDAÇÃO DE ALMAS: solenidade da religiosidade popular, não litúrgica, realizada nas noites de sexta-feira da Quaresma, para rezar pelas almas dos mortos. O cortejo, até muito recentemente composto exclusivamente por homens, caminha rezando em voz baixa, carregando velas acesas e tocando matraca, parando em lugares pré-estabelecidos (cemitérios, cruzeiros ou encruzilhadas). Em cada parada canta-se uma música, reza-se (Pai Nosso, Ave Maria e Glória ao Pai) e canta-se o “Senhor Deus”. Em São João Del Rei, única cidade onde esta tradição é guardada, um dos Motetos de Passos é cantado em cada parada, em substituição à obra que, no passado, era específica dessa solenidade (como o Encomendação de almas, de Manoel Dias de Oliveira). Quando mulheres não participavam do cortejo, as partes de soprano e contralto eram cantadas pelos homens, em falsete.

PROCISSÃO: cortejo inctem a luindo o celebrante, as Irmandades, confrarias, ordens terceiras e o povo, conduzindo a imagem do santo do dia (exceto no dia de Páscoa e de Corpus Christi, quando é conduzido o Santíssimo Sacramento). Todas as procissões podem ter crianças vestidas de “anjos” e de “virgens”, e a Procissão do Enterro costuma ter grande quantidade de figurantes, representando personagens bíblicos. Para determinadas procissões foram compostas músicas especiais, geralmente denominadas motetos, escritas para coro a capela ou para coro, sopros e baixo instrumental. Nas procissões alternam-se o canto dos motetos e as marchas (algumas vezes, específicas para a solenidade) executadas pela banda de música.

PROCISSÃO DOS PASSOS: cerimônia não litúrgica da Quaresma e que simboliza o caminho percorrido por Jesus Cristo, conhecido também como “via dolorosa”, levando às costas uma cruz de madeira. Na representação, o cortejo para diante de pequenos altares ou oratórios, chamados “Passos”, disponibilizados em via pública, quando são cantados pequenos textos.

PROCISSÃO DO ENTERRO: cerimônia litúrgica de origem medieval, sendo a última cerimônia religiosa da Sexta-feira Santa. Nesta procissão em especial, costuma ter grande quantidade de figurantes, representando personagens bíblicos, seguindo os moldes das grandes procissões setecentistas, que eram cortejos por alas e cheios de figurações.


PORTUGUÊS ENGLISH ESPAÑOL